Conheça nossos jurados

Ricardo Scheir

Com cerca de 40 anos de experiência, Ricardo Scheir estudou com Dinah Perry, Toshie Kobayashi, Ismael Guiser, entre outros. Foi diretor da Cia de São José dos Campos, professor, coordenador de ensaios e coreógrafo da São Paulo Cia de Dança. Professor convidado da Cia Deborah Colker, Balé Teatro Castro Alves, Valé da Cidade de São Paulo, onde também acompanhou a turnê pela Europa em março de 2020.

Com o bailarino Nilson Soares fundou, em 1986, a W’atts Cia de Dança, onde foi diretor e coreógrafo por 3 anos. Permaneceu no exterior por 5 anos, onde dançou com Massako Konaka em Osaka (Japão) e David Atkins Dance Company em Sydney (Austrália), sob direção de David Aktins e Marie Plosky. Foi professor em várias academias de São Paulo, e inaugurou em 1996 sua própria escola, a Pavilhão D. Em janeiro de 2019, assumiu a direção do Núcleo de Dança de Barueri.

Coreografou para várias companhias e grupos de dança no Brasil e exterior. Em 2000 e 2004 recebeu o prêmio de melhor coreógrafo no Festival de Dança de Joinville. Vencedor do 1º lugar em 2005 na categoria Conjuntos do YAGP, e vencedor do Grand Prix 2006 na categoria Júnior, com Isabela Maylart, em 2013, com seu aluno Gabriel Figueiredo, recebeu a Medalha de Mérito Artístico oferecida pelo Conselho Brasileiro de Dança, órgaão vinculado à UNESCO. Foi Diretor Artístico da noite de Gala do 30º Festival de Dança de Joinville.

Foi produtor artístico no programa Got Talent Brasil, veiculado na Rede Record de Televisão. Em 2016 iniciou uma colaboração artística com o Europa Ballet Conservatory, em Saint Polten (Áustria), dando aulas e coreografando para jovens talentos de várias partes do mundo. Em 2017 assumiu como Diretor Artístico do VKBC Seletiva Brasil e Representante oficial do VKIBV Seletiva Valentina Kozlova na América do Sul. Instituiu o Prêmio Arte Em Cena, do qual é Diretor Artístico, e promove a Audição State of Georgia no Brasil, para rapazes de 18 a 29 anos.

Ricardo Scheir atua como professor e jurado em vários festivais no Brasil e exterior, e é o primeiro nome a integrar o júri do II In Cena Festival.

Patrick Amaral

Patrick Amaral, iniciou seus estudos de dança aos 9 anos de idade e é formado pelo Centro de Artes Pavarini. Em sua bagagem traz a participação em grandes festivais de dança como o Festival de Dança de Joinville, onde foi indicado ao prêmio de Melhor Bailarino do mesmo, Prêmio Desterro, Festival de Goiás, FIDPOA, Pridansp, foi selecionado para a final do World Ballet Competition (em Orlando), e conquistou diversos prêmios como Melhor Bailarino, Bailarino Destaque e Melhor Coreógrafo em muitos festivais pelo Brasil afora. 

Ciente de que um bom profissional está em constante formação, tem vários cursos de extensão, destacando os do Raça Centro de Artes e Estúdio de Dança Anacã. Atualmente é bailarino da São Paulo Cia de Dança, onde já interpretou trabalhos dirigidos por Inês Bogea, Lars Van Cauwenbergh, Leila Teles, Márcia Haydée, entre outros, e atua como bailarino, professor e coreógrafo, lecionando atualmente no Centro de Artes Pavarini, Usina das Artes Ciranda e Prado na Dança - Centro de Orientação Artística.

Gabriela Bacaycoa

Gabriela trabalhou como bailarina da Cia Ballet Stagium dirigida por Márika Gidali e Décio Otero, e também dança pela Clarin Cia de Dança dirigida por Kelson Barros.

Estudou na Escola de Bailados de São Paulo, sob direção de Esmeralda Penha Gazal, e também no Projeto Núcleo Luz, com o ciclo de Formação Cultural em Dança e Artes do Corpo, sob direção de Chris Belluomini.

Qualifica suas pesquisas como intérprete criadora em dança clássica, moderna e contemporânea, com influências da cultura brasileira e suas vertentes musicais e corporais.

Fez parte do elenco premiado pelo Prêmio APCA de Dança (Associação Paulista de Críticos da Arte) na categoria Melhor Apresentação com Ballet Stagium em 2019 e 2022.

Gabriela também foi premiada em diversos festivais de dança como Melhor Bailarina. Integrou castings e produções de dança para publicidade, comerciais de TV e eventos corporativos com Claudia Raia e Jarbas Homem de Mello.


Uma curiosidade: Gabi participou do I In Cena Festival, em 2016, como bailarina e coreógrafa. E hoje faz parte do outro lado, e estará compondo o corpo de jurados e engrandecendo a todos nós com sua rica bagagem.

É uma honra e um prazer termos Gabi fazendo parte do nosso festival.